17 novembro, 2009


Também gostava de subir aquela espécie de pequeno terraço onde se ergue a Capela de Nossa Senhora do Socorro, com a sua cúpula branca, e de aí gozar a larga vista sobre o Ave, para os campos da Azurara, para os campos de Mindelo. Outras vezes, ia direito à praia. No outro lado do rio, a Torre do Monteiro punha uma nota romântica sobre os campos tranquilos, na paisagem nua e rasa, melancolicamente amena. Sempre os seus olhos eram atraídos para esses lados, que eram os seus; Lelito deixava-se ir devagar, acompanhando o ave que às vezes parecia nem correr, de sereno. A água, o ar, o céu, tudo se abria em volta com a nitidez dum espelho...
(José Régio)