05 março, 2009


U m a C i d a d e « A p e t e c i d a »
.
Habituados ao ambiente que nos rodeia, esquecemos frequentemente a indiscutível beleza da nossa terra, como todos os dias o ouvimos de quem nos visita.
E agora, desfrutando do cais de atracagem no Cais das Lavandeiras, chegam até nós, em grupos consideráveis, garbosos veleiros, trazendo uma particular animação ao Ave e afirmando Vila do Conde como um destino turístico de excelência.
.
FONTE - "Jornal de Vila do Conde"- 5 de Março de 2009.

5 comentários:

Anónimo disse...

O povo diz, e com razão:

QUEM O FEIO AMA, BONITO LHE PARECE!

SE NÃO FOSSE O MAU GOSTO,
O QUE SERIA DO AMARELO!...

Quanto aos comentários de "quem nos visita", se forem oriundos das bandas da Trofa, etc. acreditamos.
Porque certamente não conheciam Vila do Conde de outras eras, com o luxuriante Jardim do Senhor da Agonia (onde agora está aquela monumental Eira), a antiga Praça da República (outrora a Sala de Visitas de Vila do Conde), o Coreto da Praça de S. João, (o da
Póvoa é o seu ex-libris), a Ponte centenária da Doca (doquinha para os seus inimigos...) que era fotografada, pintada e repintada por grandes Artistas, como Alvarez, etc., etc.
Como se isso não bastasse, ainda
nos prespegaram com aquele par de vidradas construções junto ao rio
nada condizente com a paisagem envolvente.
A verdade é que se fosse outro Escorrega gigante ainda era pior...
Quanto aos "garbosos veleiros", cuidado com a "particular animação"
que por acaso até nem existe...

a) Cereja

PS: Desculpem mas só agora me apercebi, que o vosso texto era
oriundo de FONTE fortemente inquinada...
Pois é, sendo assim, tá bem!

DMG disse...

Os comentários de "quem nos visita" são oriundos de todas as partes. Já o vivi na primeira pessoa e sei que pessoas de cidades maiores, menores, de Norte a Sul, partilham o mesmo: há algo de especial em Vila do Conde.

É certo que mudou. É certo que se moldou aos novos tempos. Mas, todas as gerações viveram o brilho que desta cidade emana.

a) Cereja, fala-lhe uma fonte não "inquinada" (caso existam quando se trata de Vila do Conde) e fala-lhe, discordando, alguém que já teve o prazer de passar uma tarde na esplanada de um desses "par de vidradas construções junto ao rio" e apreciar de forma única a paisagem envolvente e o que de melhor existe em Vila do Conde: as pessoas, o rio, o sol e a certeza de que ali podemos ter grande qualidade de vida!

Parabéns ao Carioca da Vila, não me canso de o dizer!

Anónimo disse...

Sábado à tarde, passei junto da
antiga Estação do Caminho de Ferro
de Vila do Conde, hoje Estação do Metro Santa Clara, zona agora mais desafogada e alindada, como de resto convinha...
Junto, existia a grande fábrica de tecidos, Empresa Textil Valfar, onde em tempos trabalharam milhares de vilacondenses.
No local, provavelmente, irá ser
implantada mais uma urbanização a
condizer.
Pois neste Sábado, a azáfama naquela antiga Fábrica era intensa, com uma dezena de máquinas a destruir todas aquelas antigas instalações.
Como diria o outro: é a vida!...
Ou a decrepitude de toda uma sociedade, diremos nós.
Depois da Cª Rio Ave, Mindelo, etc, agora é esta: tudo arrazado!
Daqui fazemos votos, para que ao menos, como símbolo de uma época,
nos deixem ficar a imponente chaminé.
Não vão fazer como fizeram á da
Fábrica de Conservas Oceano e à das Conservas Poveira, ali nas
Caxinas, em que tudo foi mais uma vez arrazado...

a) Al bino

Anónimo disse...

Afinal esta fotografia é de quando uns barcos de Aveiro vieram dar uma volta ao norte e pararam aqui em Vila do Conde. E o jornal da Câmara aproveitou logo para fazer
propaganda, gabarem-se como a gente sabe.
Os outros barcos que vieram para ali a pedidos, já estão a ganhar raízes de estarem sempre parados.
Q.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,