27 março, 2009

BRINCANDO COM AS FOTOGRAFIAS


Penso que já aqui vos mostrei esta fotografia, quando vos falei da "COVA DA ANDORINHA"( O areal que vinha desde as Caxinas até ao rio).
Mas, hoje, e tendo como premissa do raciocínio que vou tentar desenvolver, que a construção que podem observar bem no centro da segunda foto, seja o "Obelisco"ou "A Memória"que hoje vemos junto ao Castelo. Sabe-se que a ponte de pedra caiu na manhã do dia 11 de Setembro de 1821. Prosseguindo no tempo, sabe-se também, que António José Faria Graça desta vila, ofereceu-se para aprontar o dinheiro para a construção da ponte de pau, (que estava então a ser necessária) que foi aberta depois de vistoriada em 7 de Novembro, tendo seguidamente na noite de 23 para 24 de Dezembro do mesmo ano, sofrido grandes danos com uma enchente do rio, reabrindo ao trânsito em 20 de Junho de 1822.
Sabendo-se que na feitura deste monumento ,"A Memória", foram utilizados elementos da ponte de pedra, e que a implementação junto do Castelo só se verificou em 1841, por onde terão andado estas pedras durante estes 20 anos? (Podem ter feito algo semelhante à actual "Memória", junto á Ponte de pau, e só mais tarde remover novamente estas pedras para a actual localização)
Portanto, e se a premissa estiver correcta, poderemos datar esta fotografia entre os anos 1821 e 1841, ainda na primeira metade do século XIX.
Tudo isto não passa de um passatempo, logo, não deverão ter como certo, o que escrevo.