25 fevereiro, 2009

MOSTEIRO DE VAIRÃO FUNDADO ANTES DA NACIONALIDADE.

.

Egreja Parochial da freguesia de Vairão. Cliché de J. Adriano.

Fotografia reproduzida no "Diário do Minho"

...o Mosteiro de Vairão tem o seu lugar na História de Portugal, especialmente na história da língua portuguesa. De facto, neste cenóbio foi encontrado um dos primeiros documentos não literários da língua portuguesa. Trata-se da "Notícia de Torto", actualmente na Torre do Tombo.
Foi escrito entre 1210 e 1211, segundo o investigador Avelino de Jesus Costa. Um texto que tem motivado acesa discussão. Aliás, é um facto inédito estarmos a falar neste suplemento do famoso linguista Lindley Cintra, a propósito deste documento.
Desconhece-se a data da fundação do Mosteiro de Vairão, mas sabe-se da sua existência desde 974, isto é, antes da nacionalidade.
Inicialmente era um cenóbio misto, de frades e freiras beneditinas, em casas separadas, mas depois os frades foram transferidos para o Mosteiro de Tibães, em Braga, também beneditino.
A actual igreja de Vairão é um misto de estilos, com predominãncia barroca e neoclássica. No entanto, há vestígios românicos e góticos.
No interior, destaque para a fantástica capela de São João Baptista, do século XVI, a precisar de obras.
.
FONTE - "Diário do Minho" - (excerto)