04 fevereiro, 2009

CALMARIA


==================================================
Por estes anos, no princípio do século passado, a azáfama que nos habituamos a ver nos estaleiros ao longo de todo o século XX, não existia.
Na primeira fotografia, é interessante verificar que a rua nas proximidades da doca, ainda era em terra, ou macadame. Na mesma foto, mas com alguma ampliação, pode-se ver que o pelourinho ainda estava nestas bandas.
A segunda foto, parece "poética", pois quase se vê a doçura de uma tarde que passa, e a calmaria sente-se naquele barco abandonado no meio da estrada.
=======================================================