08 agosto, 2011

MANUSCRITO INÉDITO DE JOSÉ RÉGIO.

Muitos conhecerão este poema de Régio, intitulado de "EPITÁFIO PARA UMA CRIANÇA" , publicado no livro "FILHO DO HOMEM" , mas a este aqui publicado, chamo-lhe inédito, pois tem um verso a mais, o último.

Terá José Régio eliminado o último verso para a sua publicação, ou acrescentou-o quando o ofertou ao pai do meu amigo Jorge?

Deixem-me agradecer aqui ao Jorge, o ter me deixado fotografar este poema, que sem dúvida é inédito, e ao mesmo tempo serve de prémio a todos nós pelas cem mil visitas. OBRIGADO A TODOS.

5 comentários:

nêspera disse...

Espero que não se importe por ter copiado a fotografia do poema e ter “linkado” o seu post.
Obrigada :)

José Cunha disse...

Claro que não.
Julgo que será a postagem mais "rara",ou seja , única, que o "Carioca" jamais publicou.
Deverei dizer-lhe que o formato da folha onde está escrito o poema não tem esta forma, pois é mais rectangular.

nêspera disse...

Muito obrigada pela informação adicional :)

Sou uma apaixonada por José Régio. Desde sempre!
E de Vila do Conde também!

Frequento o seu blog há algum tempo. Adoro as fotografias e todas as histórias que conta desta terra linda que adoptei para viver.

Ainda não consegui arranjar tempo para ver a exposição dos anos 60... Imperdoável!

José Cunha disse...

Obrigado.

rouxinol de Bernardim disse...

uma preciosa relíquia! mais uma!