11 janeiro, 2010

CONJUNTO ZÉ GUEDES.
.
XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Tal como na foto anterior, também aqui, nesta foto, vemos o saudoso Filinto que por algum tempo tocou saxofone no conjunto do José Guedes, tal como ele nos conta no seu comentário de 8 de Janeiro. Esta foto mosta um concerto no Casino da Póvoa de Varzim, por ocasião de um baile de Finalistas do Liceu em 1963.

Vê-se, bem no meio da foto o meu amigo José Guedes, o mais novo dos aqui representados, e ainda o Joaquim Ventura ( O Quinzinho do café ), e o Luís Ferraz. Mais tarde outros aderiram ao conjunto, tal como o "Chico Bourbon", e por essa alura, já faziam concertos no Mar-á-Vista, entretendo os veraneantes pelas tardes de Verão.

18 comentários:

Anónimo disse...

e quando aparecem os kondes?

ah

José Guedes disse...

Os Kondes irão aparecer um pouco mais tarde , em 1965 , com a saída do Filinto e do "Quinzinho" . O "Chico" Bourbon vai ser o baixista do grupo e o Fernando Gomes assegura a guitarra-ritmo e vozes . Este último viria a demonstrar ter muito mais talento para a vida pública do que para a música , como se viu . Mas a verdade é que passamos todos alguns momentos absolutamente fantásticos até que , em fins de 1968 , a ida do Luis Ferraz e eu próprio ( além do autor do blogue ) para a guerra colonial , em Angola , põe termo a um dos projectos mais interessantes criado em Vila do Conde durante a década de 60 .

Anónimo disse...

e os projectos musicais só foram reactivados com o aparecimento dos irmãos praça nos anos 80? ou apareceu algo de interessante nos anos 70?

ah

José Guedes disse...

No princípio dos anos 70 fui estudar para os EUA e depois passei a morar perto de Lisboa . Os meus contactos com Vila do Conde tornaram-se pouco frequentes , pelo que não tenho conhecimento de quaisquer projectos que tenham surgido nessa época . Mas duvido que alguma vez se repita a circunstância que permitiu que os "Kondes" tenham estado praticamente sozinhos no "mercado" musical , num raio de 15 ou 20 km de Vila do Conde , durante um par de anos . Com as vantagens que se adivinham , claro .

Anónimo disse...

Pelas magníficas tardes de baile,
passadas ao som da música dos KONDES, no antigo Pavilhão do Club Desportivo da Póvoa, ali pelos já longínquos anos sessenta, os jovens de então, com saudade os recordarão.
Conjunto como o vosso, nesta santa terra, jamais haverá.
Foi "porreiro pá" !...
Cumprimentos,

Cereja

José Guedes disse...

Uma "cereja" com bom gosto e que , certamente , belas promessas de amor eterno deve ter jurado ao som de um qualquer "slow" dos Kondes . Mas a principal "vítima" terá sido o Bourbon que , enquanto tocava , se apaixonou por uma menina que frequentava os bailes do Desportivo . Quarenta anos depois , ainda estão juntos . E felizes .

Anónimo disse...

SLOWLY...

"Uma Cereja" macho...
Portanto, um Cereja !

Me desculpe o Zé,
Mas assim é que é...

a)

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
José Guedes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

A gloriosa história dos Kondes não permite imprecisões.Entro,para haver mais afinação,com o Quim Ventura no contra-baixo e eu guitarra-ritmo(guitarra comprada ao saudoso Toninho Marques).Com a saída do Quim é aproveitada a minha polivalência ou talvêz,mais própriamente,a minha competência e esgravato na viola baixo.Fernando Gomes passa para viola de acompanhamento e "gaita de beiços"(adoro esta designação).
Não queria esquecer o grande e paciente amigo,que nos queria pôr a saber lêr pautas,e nos acompanhou ao piano em vários espectáculos no Mar-á-Vista e,ao mesmo tempo, punha alguma ordem na desordem,o Sr Xico Cunha.Pela sua bondade estará em Paz.
Quanto a amores,
ah...linguas viperinas,"calaidevos"....

Xico Bourbon

José Guedes disse...

Peço a piedosa benevolência dos leitores para a "afinação" e "polivalência" do sr Bourbon e para a "gaita de beiços" do sr Gomes . E , já agora , para a "imensa concentração" do sr Ferraz . Ficam agora a saber por que razão os meus (poucos ) cabelos ficaram brancos antes do tempo e por que , em vez de stress de guerra , passei a "sofrer" de stress de palco .

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Tantos comentários eliminados!!!
Inadmissível a censura existente neste blogue.
Será que regressamos aos tempos do funesto semanário "A Renovação"?
Ou será que os Administradores do blogue pertencem à escola e equipa do Sr. Engº PM.
Tal como as escutas, porque não voltar a publicar os comentários eliminados? Têm receio de quê?

José Guedes disse...

Suponho que foram a decência e os bons costumes que levaram à eliminação dos referidos comentários , enviados a coberto do anonimato . Ordinários e básicos , esses escritos não têm lugar num blogue que uma pessoa decente e inteligente produz para pessoas decentes e inteligentes . Assim , em nome dos leitores deste espaço , peço ao citado "anónimo" que nos poupe à mediocridade das suas opiniões e se dedique a actividades mais compatíveis com o seu (baixo ) carácter .

Anónimo disse...

cala-te roto,pela defesa que fazes ao chiquinho,agora esta nada moda as atitudes do ciquinho e arnaldinho o casal

Anónimo disse...

cala-te roto,pela defesa que fazes ao chiquinho,agora esta nada moda as atitudes do ciquinho e arnaldinho o casal

José Cunha disse...

Será que o "anónimo" é gago?
Não! o facto de se repetir não demonstrará isso,....mas o que será?
Por favor, somos meia dúzia de amigos que tentamos conversar por esta via, algumas vezes por semana neste local (a nossa mesa do café )e eu , JOSÉ CUNHA, administrador do blogue, não o gostaria de ver novamente sentado na nossa mesa.
Eu ,identifiquei-me...........fará o mesmo?

Anónimo disse...

Quero lembrar aos leitores que o melhor conjunto de sempre, com músicos a sério em Vila Do Conde, até aos dias de hoje chama-se "CÉLULA".Não tenho qualquer dúvida!
Deixem-se de provincianismos...de bairro.Quem toca vê a diferença.Foram os melhores executantes jamais podem ser esquecidos.Viva a Música.