01 abril, 2009

PARECE RENDA...

... mas não é. É a réplica da caravela "BOA ESPERANÇA" , a três meses do bota-abaixo.
-------------------------------------------------------------------------------------------------
-Abundava a madeira de pinho e carvalho nas matas das redondezas para montar quilhas, rodas de proa, cavername, casco, obras vivas e mortas. Prosperava o fabrico de panos « para velas, traquetes e tréos e que só tinham rivais nos Anvéres ». O que não havia na indústria local, procurava-se noutras terras e no estrangeiro, sobretudo nas partes setentrionais da Europa.
-Com a perícia na arte de marear rivalizava, na gente de Vila do Conde, o talento de fazer navios. Eram construtores de reconhecido mérito os carpinteiros da Ribeira da vila e não menos direitos tinham à mesma fama os calafates para que o rei D. Manuel mandasse apresentar em Lisboa oito deles com suas ferramentas.
-Laboravam os estaleiros intensamente, construindo navios de diversa tonelagem e variado aparelho. No decorrer da segunda metade do séc. XV, verifica-se que é dominante a construção de caravelas. Havia vantagem na opção por navios mais ligeiros que as velhas naus de grande porte, mais rápidos e com maior agilidade de manobra contra corsários: além que o seu baixo calado era a melhor resposta técnica aos problemas levantados periódicamente pelo leito do rio.
.
FONTE - Extrato - NOVA HISTÓRIA DE VILA DO CONDE de A. do CARMO REIS.
FOTOGRAFIA - Carlos Manuel.

2 comentários:

Anónimo disse...

Ora, cá está!
São textos como este de A.Carmo Reis, que são precisos divulgar às nossas gentes.
Obviamente, que aqui trata-se de um pequeno extracto, mas que muito bem poderá servir de lenitivo para os interessados adquirirem e lerem o livro
NOVA HISTÓRIA DE VILA DO CONDE.
Como estamos em crise(ª), aqueles que tiverem dificuldade em adquiri-lo, poderão lê-lo, graciosamente, indo até à Biblioteca Municipal, local onde até nem se está mal.
Parabéns pois, ao Carioca da Vila, por mais esta sua colaboração, em prol da verdadeira Cultura da nossa população.

(ª)-Nós não somos daqueles que culpam a crise, por tudo e por nada. Culpamos sim, aqueles que a criaram...

a) Cereja, em Sábado de ALÉLUIA.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,