25 abril, 2011

Era cedo, muito cedo, seriam oito e pouco da manhã quando cheguei às proximidades da Praça Vasco da Gama e estacionei o carro bem de frente para a Câmara Municipal.

Assisti aos primeiros movimentos quando chegaram as pessoas que tinham a seu cargo a instalação no espaço de tudo que viria a ser necessário, a instalação sonora, as cadeiras etc.

Com o decorrer do tempo, as pessoas foram chegando e acomodavam-se da melhor maneira. Mais tarde, chegou a Fanfarra, o coro, as autoridades, e pelas dez e meia, iniciaram-se as cerimónias. Foi lindo, tirei diversas fotografias, mas só esta publicarei, pois nela reside todo o sentido do dia, a BANDEIRA NACIONAL.

O senhor Presidente da Câmara, eng. Mário Almeida, içou-a de forma enérgica e viva, como deve ser. A Bandeira é vermelha, cor combativa, quente, viril, por excelência, e lembra o sangue e incita á victória, e a cor verde representa a esperança.

Nestes dias difíceis, penso que devemos seguir o caminho que a BANDEIRA NACIONAL nos aponta.

3 comentários:

Miguel Melo disse...

Excelente discrição do momento, mas também, da bandeira e da vontade que devemos ter para ultrapassar estas dificuldades.Concordo que devemos ter vontade e determinação para alcançar algo melhor para este Portugal. Já chega de lamentos…

Miguel Melo disse...

descrição em vez de discrição

REGIO BASKET disse...

Muito bem.